quinta-feira, 2 de junho de 2011

Aprendendo com Jesus no deserto


Mateus 4: 1- 11
Quando estamos no deserto?
Penso eu, que o deserto é quando passamos por dificuldades, e somos tentados, provados, na caminhada com Deus.
Como devemos agir em meio ao deserto?
Vamos aprender com o Mestre Jesus.



Mateus 4:1-2
Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome;
Jesus foi conduzido ao deserto pelo Espírito Santo, veja que Ele se prepara para enfrentar a situação e também que não estava só. Aprendemos que Deus nos conduz não nos deixa só, mas nos envia o Consolador.
João 14: 16
E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;

Mateus 4:3-4
E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.  Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.



O diabo tenta Jesus na Sua dependência de Deus. Jesus tinha poder para transformar pedras em pães, sabemos que sim, mais tarde Ele fez um grande milagre alimentando multidões.....
Mas Ele não agiu assim naquele momento, pois estaria fazendo o jogo do diabo como também estaria deixando de ser dependente de Deus, o Pai, e estaria agindo à Sua própria maneira, à Sua própria força. Então aprendemos que precisamos depender de Deus no deserto, assim como Jesus, somos tentados a confiar no nosso próprio braço, na nossa própria força, naquilo que somos capazes de fazer por nós mesmos. Note também que o diabo foi tentar Jesus naquilo em que Ele era bom, fazer milagres. E o diabo quer justamente nos tentar naquilo em que somos “bons”. Quem sabe na música, na dança, no louvor, no ministério da Palavra ou no ministério em que atuamos nos seus dons e talentos.



Mateus 4:5-7
Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra. Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.
O diabo leva Jesus ao Templo, no lugar mais alto cheio de pessoas que podiam ver Jesus. Ele sabia da intenção do diabo. Qual foi a resposta de Jesus? “Não tentaras ao Senhor teu Deus”.
Aprendemos com o nosso Mestre; Quando temos temor do Senhor não usamos da Unção que Ele nos dá de forma errada, para nosso próprio interesse pessoal.
O diabo tenta Jesus na Sua paternidade, ou seja.
 “Se tu és Filho de Deus....”
Quantas vezes, em meio ao deserto, em provações e lutas ouvimos sutilmente o diabo sussurrar em nossos ouvidos e mentes.
“Se você é filho ou filha de Deus, por que está passando por tudo isso?”
“Está vendo? Seu Pai não te ama.”
"Se você fosse filho ou filha de Deus, não estaria nessa.”
Qual tem sido nossa reação diante disso?
Jesus não era apenas tentado na dependência e na paternidade, mas na sua fé. Naquele deserto Jesus também fora tentado a buscar uma saída rápida pratica para aquela situação. As vezes o nosso deserto é uma situação difícil, crise financeira, enfermidade enfim, o crente perdido vai procurar ajuda em  lugares estranhos onde o Senhor não está, quando só Deus pode ajudar.
É triste quando não confiamos em Deus e no que Ele está fazendo.

Mateus 4:8-11
Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.
E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.
Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.
Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam.
O diabo tenta Jesus oferecendo os reinos deste mundo mas o nosso Mestre mais uma vez mostra a sua fidelidade e confiança no Pai, Ele sabe que é o Espírito Santo quem os está conduzindo no deserto.
Jesus sabia à que veio. Ele sabia que o seu Reino não é deste mundo.



Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás”.
E, creia, você vai passar vai sair dessa. O Senhor é com você.
“Tende bom ânimo. Eu venci o mundo”, foi o que disse Jesus. E o Espírito Santo proporciona situações onde temos de decidir se somos ou não homens ou mulheres de Deus.
Dependa sempre dEle e não na força de seu braço. Esteja convicto de sua filiação em Cristo.
Jamais busque atalhos para o seu deserto. E seja sempre conduzido pelo Espírito. Pois num deserto ou num oásis, numa batalha ou na paz saiba que 

                                                VOCÊ NÃO ESTÁ SÓ!
Espere só um pouco mais!
E será servido pelos anjos assim como Jesus foi servido.

Deus abençõe!








Cristina do Carmo

3 comentários:

Bruna Ferla disse...

Adoreiii a palavra Cris. Temos que estar sempre aprendendo com Jesus, seguindo os seus passos. Pois ele já passou por este mundo e deixou as pegadas para que nós pudessemos segui-las. Temos sempre que confiar em Deus, ele é nosso refúgio e fortaleza e Nele vamos sempre encontrar abrigo.
Deus abençõe Cris!
bjos.

edna disse...

A cada postagem, que vcs fazem fala. muito comigo,que Deus te use muinto. Deus te abencoe!bjsss

Rafaela Marton disse...

É bom saber que existe um Deus que esta sempre conosco , em qualquer circunstância!
PAZ sempre
Rafaela Marton